Hora do Planeta 2011 – Compromisso com o ambiente

 Hora do Planeta é um acto simbólico, promovido no mundo todo pela Rede WWF, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as luzes durante sessenta minutos. Em 2011, o movimento também incentiva o compromisso duradouro das cidades com o meio ambiente.

A hora do Planeta teve inicio na Austrália. Em 2007, os moradores de Sydney apagaram as luzes durante uma hora. Com o passar dos anos o movimento ganhou força em diversos paises de todos os continentes. Em 2010, mais de um bilhão de pessoas em 4616 cidades, em 128 países, apagaram as luzes durante a Hora do Planeta. Em 2011, a mobilização será ainda maior.

Apague as luzes e ilumine esta ideia por um Planeta Vivo.
 

Hora do Planeta é um bom exemplo de compromisso com o desenvolvimento sustentável.

26 de Março de 2011, às 20H30.

 Vá além desta hora na luta contra as alterações climáticas!

_________________________________

Um possível recurso  no âmbito da Sociedade Tecnologia e Ciência ( STC),  que pode ser explorado no núcleo gerador UC2 – Ambiente e sustentabilidade.

Posted by, Rosário Santos
Anúncios

“Centros Novas Oportunidades: Passaporte para o futuro”

O Instituto Politécnico de Leiria com a colaboração do Centro Novas Oportunidades (CNO), promove e organiza:

  Conferência Internacional “ Centros Novas Oportunidades: Passaporte para o futuro”.

Decorrerá no dia 27 de Maio de 2011, no IPL, em Leiria.

Esta  conferência  tem como objectivo  principal  o de permitir uma reflexão alargada sobre o papel dos Centros Novas Oportunidades e o seu contributo para a Educação e Formação de Adultos em Portugal, no presente e no futuro.

As Inscrições devem ser efectuadas on-line através do preenchimento da Ficha de Inscrição disponível no site da conferência até 20 de Maio de 2011.

Encontram-se abertas as candidaturas para Submissão de Comunicações Livres, sob a temática da conferência. As propostas deverão ser enviadas para indea@ipleiria.pt até 15 de Abril de 2011.

Para informações mais detalhadas, consulte: http://www.confcno2011.ipleiria.pt

 

Concurso “Realize o Seu Sonho” – Mude a sua vida

O Concurso  “Realize o Seu Sonho” é uma iniciativa da Associação ACREDITA PORTUGAL, que desafia os Portugueses a transformarem as suas ideias e projectos empreendedores  num conceito de negócio,  independentemente da sua formação académica ou idade.

Tem um projecto ambicioso por realizar ou uma forma nova de abordar um problema?

Acredite em si, pois pode ter chegado a sua oportunidade!

 

 

 Em pouco mais de 30 segundos a sua vida pode mudar. 

 As inscrições são gratuitas, até 15 de Maio e são apresentadas no site www.sonho.org.

Consulte  o REGULAMENTO:
REGISTO  e INSCRIÇÃO na 2ª Edição do Concurso Realize o Seu Sonho:


A Acredita Portugal nasce em 2008 com a missão de “desenvolver e reforçar a confiança dos Portugueses e nos Portugueses” e para realizarem esta sua missão acreditam no potencial empreendedor dos Portugueses, cuja actividade consiste no apoio à realização de sonhos e projectos empreendedores.
Posted by,  Rosário Santos

Guia do Consumidor

Ainda na senda do consumismo, é bom salientar  que numa cadeia económica o consumidor é quase sempre o elo mais fraco. Hoje em dia a oferta é de tal maneira  vasta, influente e  persuasiva que o  consumidor resigna-se facilmente face ao excesso de informação, terminologias complexas ou desconhecimento da lei. Outras vezes, rende-se, perante uma avalanche de publicidade consumista, que o orienta para um consumo excessivo, desnecessário e prejudicial.

O que nem sempre sabemos é que a lei prevê medidas de protecção e direitos compensatórios para atenuar a condição desfavorável do consumidor e que a informação é um direito adquirido.

Poderá encontrar informação útil neste pequeno Guia editado pela Direcção Geral do Consumidor sobre os direitos que temos quando realizamos actos de consumo: comprar casa ou carro, viajar, ir às compras, etc. Este Guia procura também orientar o consumidor sobre o que fazer em caso de conflito.

________________________________

Um possível recurso  no âmbito da Sociedade Tecnologia e Ciência ( STC),  que pode ser explorado no núcleo gerador UC1 – Equipamentos e Sistemas Técnicos no tema,

  •  UC1 – 3 – Utilizadores, Consumidores e Reclamações.
Posted by, Rosário Santos

Dia Mundial dos Direitos do Consumidor – 15 de Março

O Dia Mundial dos Direitos do Consumidor assinala-se hoje e é dedicado aos “serviços financeiros”,  tema escolhido pela Consumers International, numa altura em que Portugal regista um crescimento das famílias sobreendividadas.

De acordo com os dados do Gabinete de Apoio ao Sobreendividado (GAS) da DECO, cada família sobreendividada tem, em média, 5,4 créditos. A maior percentagem (38,5%) tem entre quatro a sete créditos, 36,6% entre um a três e 14,3 por cento entre oito a dez créditos. 10,6% tem mais de 10 créditos.

Urge aumentar a literacia financeira dos consumidores!

Sob o lema “O nosso dinheiro, os nossos direitos”, a Consumers International enviará aos bancos, organismos reguladores e governos uma mensagem, reclamando “serviços financeiros mais seguros e mais justos”.

Neste dia, a Autoridade Nacional de Comunicações, lança um novo Portal dedicado à expressão das reclamações dos consumidores. Conta com um serviço de reclamações ‘online’, onde os consumidores poderão expressar as suas queixas. Possui uma área de perguntas e respostas com as dúvidas mais frequentes sobre os diferentes serviços de telecomunicações (voz fixa, voz móvel, Internet e televisão). A partir de Maio, o Portal contará com um simulador de tarifários que recairá sobre todos os serviços de telecomunicações. A ANACOM prevê ainda uma área, neste Portal, para se auferir a qualidade do serviço das operadoras, sob o ponto de vista do consumidor.

( Clique na imagem e aceda ao site  ANACOM – Portal do Consumidor )

____________________________________

Informação relevante que pode ser integrada como recurso útil no que diz respeito à aquisição e desenvolvimento de competências nas seguintes áreas:

  • Cidadania e Profissionalidade ( CP);
  • Sociedade Tecnologia e Ciência ( STC ).

Núcleo Gerador: UC1 – Equipamentos e Sistemas Técnicos 

Posted by,  Rosário Santos

Futurália 2011 – Uma "Cidade das Qualificações"

A Feira Internacional de Lisboa (FIL), no Parque das Nações, vai acolher mais uma edição da Futurália 2011 – Salão de Oferta Educativa, Formação e Empregabilidade,  entre 16 e 19 de Março, este ano subordinada ao tema:

"A vida é tua! Descobre o teu caminho".

          Aceda ao site para informações e inscrição, clicando  na imagem

Futurália

Participam nesta iniciativa a Agência Nacional para a Qualificação, em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional e a Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular (DGIDC), que convidarão o público a visitar uma "Cidade das Qualificações"

Esta “cidade” é constituída por cinco bairros:

-Trabalhar com Máquinas;

– Trabalhar em Tecnologia;

– Trabalhar com Pessoas;

– Trabalhar nas Artes e Serviços;

– Ciências e Humanidades.

Este último bairro, da responsabilidade da DG, será dedicado aos cursos científico-humanísticos do ensino secundário. Para os restantes quatro bairros estão definidas oito saídas profissionais, através das quais os visitantes poderão tomar conhecimento do que atualmente se faz nos cursos profissionalizantes de nível secundário de educação.

Várias atividades como: seminários, workshops, palestras, debates, iniciativas de demonstração nos stands, concursos  e passatempos estão preparadas para os participantes da Futurália 2011. O objetivo é esclarecer todas as dúvidas em áreas que vão desde a formação inicial até ao ensino superior, passando pela inserção na vida ativa e empregabilidade.

Marília Teixeira

(Formadora STC)

Níveis de alfabetização em Portugal – «No início era o verbo»

Os níveis de alfabetização em Portugal estão ainda longe do ideal. Segundo os últimos dados conhecidos sobre o analfabetismo no nosso país ( Plano das Nações Unidas para o Desenvolvimento –  relatório bienal 2007/08),  ainda existem 658 mil portugueses com mais de 15 anos que não sabem ler nem escrever.

A prova disso mesmo é a passagem no Jornal Nacional  de uma grande reportagem, «No início era o verbo» de Ana Leal, segunda-feira 7 de Março. Uma equipa da TVI percorreu o país de norte a sul e o que viu, foram olhares tristes e distantes. São rapazes analfabetos que não sabem sequer a sua idade e para quem o mundo da escrita é ainda um mistério. Em pleno séc. XXI a nossa sociedade é ainda tão desigual e triste para tantos. Neste Portugal desconhecido, encontraram adultos que só aos 40 anos iniciam a sua aprendizagem. Homens e mulheres orgulhosos do seu empenho e dedicação. Um sonho realizado!

Por muito que se possa criticar a implementação do modelo de aprendizagem dos Centros de Novas Oportunidades, a aposta na formação, na qualificação e na certificação vai ganhando terreno. Sem dúvida uma «porta de entrada» para tantos jovens e adultos. Diante de um Portugal de contrastes as barreiras ainda existentes têm que ser transpostas, possivelmente através de uma outra “linha” pedagógica de alfabetização que possa chegar a TODOS.

Não há mudança sem sonho como não há sonho sem esperança….

( clique na imagem para aceder ao vídeo…)

Posted by, Rosário Santos