Dia Mundial da Energia

Assinala-se, hoje,  dia 29 de Maio, o Dia Mundial da Energia. Este dia foi criado em 1981 pela Direcção Geral de Energia,  com o intuito de sensibilizar as pessoas e líderes mundiais para a necessidade de poupança de energia, bem como promover a utilização das energias renováveis, as mais amigas do ambiente, de modo a deixarmos de estar dependente das energias fósseis altamente poluentes e prejudiciais para a própria Vida na Terra.

O nosso planeta enfrenta  uma crise energética sem precedentes!

Sabia que:

 69% da energia utilizada para produzir electricidade é desperdiçada ao longo de todo o processo de produção e distribuição, ou seja por cada kW de electricidade poupado significa uma poupança de mais de 3 kW de energia primária (petróleo, gás, carvão)?

Os equipamentos eléctricos (computadores, impressoras…) gastam cerca de 20% da energia consumida em casa, apenas por estarem em stand by? Ao desligar os seus aparelhos de televisão, aparelhagem e vídeo estará a evitar a emissão de cerca de 180 kg de CO2 por ano.

Um computador ligado desnecessariamente desperdiça a energia equivalente ao funcionamento de 4 lâmpadas durante 1 hora?

Se deixar o carregador do telemóvel ou do i-pod na tomada, eles continuam a gastar energia? Por cada carregador, a energia desperdiçada durante um dia é a mesma que necessita para fazer 5 torradas.

Um frigorifico, equipamento de Classe D, consome cerca de 550 kWh/ano enquanto um de Classe A consome 300 kWh no mesmo período? Com o primeiro gasta 63 € por ano em electricidade, com o segundo gasta apenas 34 €. Um frigorífico dura, em média, 10 a 12 anos, ou seja, a poupança acumulada ao longo da vida útil de aparelho pode variar entre 286 € e 343 €. Compare os preços dos dois modelos em função destes valores e veja que a diferença compensa mesmo.

Pode poupar até 75% de energia optando por lâmpadas economizadoras? Em Portugal, em média, cerca de 70% da electricidade é produzida em centrais térmicas, que consomem combustíveis fósseis e libertam para a atmosfera dióxido de carbono (CO2), um dos principais gases com efeito de estufa. Para ter uma ideia do impacto, saiba que uma lâmpada de 60W acesa durante uma hora é responsável pela emissão de CO2 equivalente ao peso de 4 pacotinhos de açúcar.

Numa viagem de ida e volta Lisboa – Porto, cada passageiro é responsável pela emissão de cerca de 70 kg de CO2, se for de automóvel 185 kg se for de avião, e um pouco menos de 40 kg, se for de comboio?

Secar a sua roupa ao Sol em vez de utilizar o secador de roupa pode evitar a emissão de 153 kg CO2 por ano, o equivalente às emissões induzidas pelo consumo de um aparelho de televisão ligado durante 7 horas e 42 minutos por dia, todo os dias do ano?

A maior parte da energia consumida pela máquina de lavar roupa é utilizada para aquecer a água? Se reduzir a temperatura de lavagem de 60ºC para 40ºC poupa quase metade da energia. Para além de poupar também a sua roupa.

A Playstation 3, quando está ligada sem que ninguém esteja a jogar, consome quase o mesmo que quando está a ser utilizada? Se nunca se esquecer de a desligar, pode poupar em electricidade o suficiente para, no final do ano, comprar 3 jogos novos.

Cada vez que reciclamos uma lata de refrigerante, estamos a poupar a energia suficiente para manter a televisão ligada durante 3 horas? E que a reciclagem de 5 embalagens de plástico produz fibra têxtil suficiente para fazer uma t-shirt XL?

O ar condicionado pode aumentar o consumo de combustível do automóvel em mais 25%? Sempre que possível, quando circular em estrada opte pela abertura das janelas. Um filtro de ar obstruído pode provocar um aumento de consumo do combustível na ordem dos 5%. Substitua-o regularmente.

A variação da pressão dos pneus como o alinhamento das rodas da frente influencia o consumo do combustível?  Basta uma redução de 0,3 bar na pressão ou o desalinhamento das rodas da frente para que o consumo aumente 3%. Ao final de um ano, este aumento de consumo pode significar mais 40 litros de combustível, o equivalente a mais de ½ depósito.

 Para saber mais sobre energias consulte:

_______________________________________

Informação relevante que pode ser integrada como recurso útil no que diz respeito à aquisição e desenvolvimento de competências nas seguintes áreas: 

  • Cidadania e Profissionalidade ( CP);
  • Sociedade Tecnologia e Ciência ( STC ): 

                                     –  Núcleo Gerador UC2 – Ambiente e Sustentabilidade

Posted by, Rosário Santos

 

Anúncios

Guia do Consumidor

Ainda na senda do consumismo, é bom salientar  que numa cadeia económica o consumidor é quase sempre o elo mais fraco. Hoje em dia a oferta é de tal maneira  vasta, influente e  persuasiva que o  consumidor resigna-se facilmente face ao excesso de informação, terminologias complexas ou desconhecimento da lei. Outras vezes, rende-se, perante uma avalanche de publicidade consumista, que o orienta para um consumo excessivo, desnecessário e prejudicial.

O que nem sempre sabemos é que a lei prevê medidas de protecção e direitos compensatórios para atenuar a condição desfavorável do consumidor e que a informação é um direito adquirido.

Poderá encontrar informação útil neste pequeno Guia editado pela Direcção Geral do Consumidor sobre os direitos que temos quando realizamos actos de consumo: comprar casa ou carro, viajar, ir às compras, etc. Este Guia procura também orientar o consumidor sobre o que fazer em caso de conflito.

________________________________

Um possível recurso  no âmbito da Sociedade Tecnologia e Ciência ( STC),  que pode ser explorado no núcleo gerador UC1 – Equipamentos e Sistemas Técnicos no tema,

  •  UC1 – 3 – Utilizadores, Consumidores e Reclamações.
Posted by, Rosário Santos

Dia Mundial dos Direitos do Consumidor – 15 de Março

O Dia Mundial dos Direitos do Consumidor assinala-se hoje e é dedicado aos “serviços financeiros”,  tema escolhido pela Consumers International, numa altura em que Portugal regista um crescimento das famílias sobreendividadas.

De acordo com os dados do Gabinete de Apoio ao Sobreendividado (GAS) da DECO, cada família sobreendividada tem, em média, 5,4 créditos. A maior percentagem (38,5%) tem entre quatro a sete créditos, 36,6% entre um a três e 14,3 por cento entre oito a dez créditos. 10,6% tem mais de 10 créditos.

Urge aumentar a literacia financeira dos consumidores!

Sob o lema “O nosso dinheiro, os nossos direitos”, a Consumers International enviará aos bancos, organismos reguladores e governos uma mensagem, reclamando “serviços financeiros mais seguros e mais justos”.

Neste dia, a Autoridade Nacional de Comunicações, lança um novo Portal dedicado à expressão das reclamações dos consumidores. Conta com um serviço de reclamações ‘online’, onde os consumidores poderão expressar as suas queixas. Possui uma área de perguntas e respostas com as dúvidas mais frequentes sobre os diferentes serviços de telecomunicações (voz fixa, voz móvel, Internet e televisão). A partir de Maio, o Portal contará com um simulador de tarifários que recairá sobre todos os serviços de telecomunicações. A ANACOM prevê ainda uma área, neste Portal, para se auferir a qualidade do serviço das operadoras, sob o ponto de vista do consumidor.

( Clique na imagem e aceda ao site  ANACOM – Portal do Consumidor )

____________________________________

Informação relevante que pode ser integrada como recurso útil no que diz respeito à aquisição e desenvolvimento de competências nas seguintes áreas:

  • Cidadania e Profissionalidade ( CP);
  • Sociedade Tecnologia e Ciência ( STC ).

Núcleo Gerador: UC1 – Equipamentos e Sistemas Técnicos 

Posted by,  Rosário Santos

Calculadora de Carbono – A sua pegada carbónica

Os governos europeus estão a cooperar para fazer face às alterações climáticas e reduzir as emissões de carbono – CO2 na UE. Contudo, para fazer a diferença, precisamos de reflectir todos sobre o nosso próprio impacto ambiental e tomar medidas para reduzir as nossas emissões de carbono. Simples alterações na nossa rotina diária podem fazer a diferença.

As pegadas dão pistas de onde viemos e para onde vamos. Mas pegadas de carbono medem quanto dióxido de carbono (CO2) nós produzimos no nosso dia-a-dia. Uma ida ao trabalho de carro, usar sacos plásticos não-reutilizáveis, copos descartáveis, embalagens plásticas ou até uma viagem de avião, tudo isso utiliza combustíveis fósseis, como petróleo e gás. Quando combustíveis fósseis são queimados, são emitidos Gases do Efeito Estufa (GEE), como o CO2, que contribuem para o aquecimento global. Do CO2 atmosférico, 98% vem da queima de combustíveis fósseis

Com a crescente preocupação com o ambiente e o aquecimento global, muitas pessoas começaram a reduzir as suas emissões de carbono aumentando a eficiência energética de suas casas e utilizando menos o automóvel. Com recurso a algumas ferramentas, começaram a calcular as suas pegadas de carbono para estabelecer um marco – como se se pesassem antes de uma dieta. Uma pegada de carbono é simplesmente um valor: geralmente um total mensal ou anual de emissão de CO2 medido em toneladas.

Algumas empresas começaram a incluir pegadas nos seus rótulos. Os rótulos de carbono apelam aos consumidores que entendem e calculam as suas pegadas de carbono e desejam apoiar produtos que façam o mesmo. Os rótulos estimam as emissões criadas com produção, embalagem, transporte e descarte de um produto. O conceito é similar às análises do ciclo de vida, o precursor mais intrincado das pegadas de carbono. As análises ou avaliações do ciclo de vida medem todos os impactos ambientais potenciais que um produto pode ter durante a sua existência: elas são uma versão mais focada de uma pegada de carbono.

 Está mais que na hora de começarmos a reduzir as nossas emissões de carbono.

A quantificação da pegada carbónica é o primeiro passo para que cada um de nós possa agir no combate às alterações climáticas.

Para descobrir qual a quantidade de carbono que poderá poupar, basta clicar na imagem,   Calculadora de Carbono da Caixa (CGD) e calcular as emissões de carbono do seu dia-a-dia. No final terá ainda acesso a um plano de redução de emissões de carbono personalizado.

 Mude o consumo para não mudar o Clima!

Fontes: Site –  Defensores do Futuro ( artigo c/ adaptações )
Site – Caixa Geral de Depósitos ( Calculadora Carbono)

_______________________

Um possível recurso  no âmbito da Sociedade Tecnologia e Ciência,  que pode ser explorado no núcleo gerador UC2 – Ambiente e sustentabilidade ao nível do tema,  A Água – UC2-4  ( Mobiliza conhecimentos sobre a evolução do clima ao longo do tempo e a sua influência nas dinâmicas populacionais, sociais e regionais ).

Posted by, Rosário Santos