Hora do Planeta 2011 – Compromisso com o ambiente

 Hora do Planeta é um acto simbólico, promovido no mundo todo pela Rede WWF, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as luzes durante sessenta minutos. Em 2011, o movimento também incentiva o compromisso duradouro das cidades com o meio ambiente.

A hora do Planeta teve inicio na Austrália. Em 2007, os moradores de Sydney apagaram as luzes durante uma hora. Com o passar dos anos o movimento ganhou força em diversos paises de todos os continentes. Em 2010, mais de um bilhão de pessoas em 4616 cidades, em 128 países, apagaram as luzes durante a Hora do Planeta. Em 2011, a mobilização será ainda maior.

Apague as luzes e ilumine esta ideia por um Planeta Vivo.
 

Hora do Planeta é um bom exemplo de compromisso com o desenvolvimento sustentável.

26 de Março de 2011, às 20H30.

 Vá além desta hora na luta contra as alterações climáticas!

_________________________________

Um possível recurso  no âmbito da Sociedade Tecnologia e Ciência ( STC),  que pode ser explorado no núcleo gerador UC2 – Ambiente e sustentabilidade.

Posted by, Rosário Santos

Educação para o Desenvolvimento Sustentável

Falar de sustentabilidade é falar de desenvolvimento, desenvolvimento suficiente para satisfazer as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas necessidades. O trajecto para o desenvolvimento sustentável assenta em 3 dimensões: o AMBIENTE, a SOCIEDADE e a ECONOMIA. 

Desenvolva a aquisição de novos conhecimentos e competências participando no

 I Encontro Regional de Educação para o Desenvolvimento Sustentável

que decorrerá em Aveiro, na Escola Profissional de Aveiro, reunindo  especialistas de diferentes áreas em 5 painéis distribuídos por dois dias de trabalho – 18 e 19 de Março de 2011.

Este encontro,  também, actividade formativa está acreditada com 0,6 créditos para professores.

 

Não perca esta oportunidade.

Informe-se e inscreva-se já através do site www.cidaads.org

Posted by, Rosário Santos

 

Visão Verde – novo canal temático online

Uma  nova secção dentro do site da revista VISÃO, especializada em conteúdos ambientais já pode ser consultada:

VISÃO VERDE

Portal de notícias e opiniões sobre temas que vão desde o clima à agricultura, com uma área dedicada ao perfil de vários intervenientes ambientais. Para quem gosta de algo mais interactivo a não perder a secção multimédia.

Para quem gosta de algo mais interactivo a não perder a secção multimédia.

_____________________________

Um possível recurso  no âmbito da Sociedade Tecnologia e Ciência ( STC),  que pode ser explorado no núcleo gerador UC2 – Ambiente e sustentabilidade.

Posted by, Rosário Santos

“Buy Nothing Day” – Dia Mundial sem Compras

Comemora-se hoje o DIA MUNDIAL SEM COMPRAS, oficialmente  chamado de “Buy Nothing Day”. Este movimento mundial pelo Consumo  visa chamar a atenção para o excesso provocado pelo consumo irracional. A ideia surgiu em 1992 pela mão do artista canadiano, Ted Dave, e é um alerta aos consumidores para os excessos provocados pelo consumo irracional que se traduz em consequências para as famílias e também para o meio ambiente.,

Segundo o relatório Estado do Mundo – 2010, hoje, existe um padrão mundial de produção e consumo insustentável. Para se ter uma ideia, a humanidade já consome 30% a mais de recursos naturais do que a Terra é capaz de repor.

Pior ainda, é  apenas 16% da população mundial (o que representa cerca de 1 bilhão de pessoas), apropriar-se de  78% desses recursos. O restante , 22%  é dividido por 84% da população (5,8 bilhões de pessoas).

Está na hora, há que mudar, hábitos e valores, fazendo uso de uma ferramenta poderosa a EDUCAÇÃO. Aumentar a consciencialização sobre sustentabilidade é inevitável. Devemos, todos juntos, mobilizar esforços promovendo a mudança construindo uma sociedade mais justa fundamentada em prioridades humanas e ambientais.

Não deixe de consultar  o relatório sobre o  Estado do Mundo – 2010, do Consumismo  à Sustentabilidade.

 ( Clique na imagem para aceder ao documento em pdf )
Este relatório é um documento produzido anualmente pelo Worldwatch Institute (WWI) – organização com sede em Washington (EUA) – o “Estado do Mundo”  “oferece”  anualmente um balanço com números actualizados e reflexões sobre as questões ambientais. Na edição de 2010, o Instituto Akatu fez a tradução do relatório para o português ( do Brasil ).
__________________________________

Este RELATÓRIO pode ser integrado como recurso útil no que diz respeito à aquisição e desenvolvimento de competências nas seguintes áreas:

  • Cidadania e Profissionalidade ( CP);
  • Sociedade Tecnologia e Ciência ( STC ) no âmbito do núcleo gerador UC2 – Ambiente e sustentabilidade.

Posted by, Rosário Santos

Calculadora de Carbono – A sua pegada carbónica

Os governos europeus estão a cooperar para fazer face às alterações climáticas e reduzir as emissões de carbono – CO2 na UE. Contudo, para fazer a diferença, precisamos de reflectir todos sobre o nosso próprio impacto ambiental e tomar medidas para reduzir as nossas emissões de carbono. Simples alterações na nossa rotina diária podem fazer a diferença.

As pegadas dão pistas de onde viemos e para onde vamos. Mas pegadas de carbono medem quanto dióxido de carbono (CO2) nós produzimos no nosso dia-a-dia. Uma ida ao trabalho de carro, usar sacos plásticos não-reutilizáveis, copos descartáveis, embalagens plásticas ou até uma viagem de avião, tudo isso utiliza combustíveis fósseis, como petróleo e gás. Quando combustíveis fósseis são queimados, são emitidos Gases do Efeito Estufa (GEE), como o CO2, que contribuem para o aquecimento global. Do CO2 atmosférico, 98% vem da queima de combustíveis fósseis

Com a crescente preocupação com o ambiente e o aquecimento global, muitas pessoas começaram a reduzir as suas emissões de carbono aumentando a eficiência energética de suas casas e utilizando menos o automóvel. Com recurso a algumas ferramentas, começaram a calcular as suas pegadas de carbono para estabelecer um marco – como se se pesassem antes de uma dieta. Uma pegada de carbono é simplesmente um valor: geralmente um total mensal ou anual de emissão de CO2 medido em toneladas.

Algumas empresas começaram a incluir pegadas nos seus rótulos. Os rótulos de carbono apelam aos consumidores que entendem e calculam as suas pegadas de carbono e desejam apoiar produtos que façam o mesmo. Os rótulos estimam as emissões criadas com produção, embalagem, transporte e descarte de um produto. O conceito é similar às análises do ciclo de vida, o precursor mais intrincado das pegadas de carbono. As análises ou avaliações do ciclo de vida medem todos os impactos ambientais potenciais que um produto pode ter durante a sua existência: elas são uma versão mais focada de uma pegada de carbono.

 Está mais que na hora de começarmos a reduzir as nossas emissões de carbono.

A quantificação da pegada carbónica é o primeiro passo para que cada um de nós possa agir no combate às alterações climáticas.

Para descobrir qual a quantidade de carbono que poderá poupar, basta clicar na imagem,   Calculadora de Carbono da Caixa (CGD) e calcular as emissões de carbono do seu dia-a-dia. No final terá ainda acesso a um plano de redução de emissões de carbono personalizado.

 Mude o consumo para não mudar o Clima!

Fontes: Site –  Defensores do Futuro ( artigo c/ adaptações )
Site – Caixa Geral de Depósitos ( Calculadora Carbono)

_______________________

Um possível recurso  no âmbito da Sociedade Tecnologia e Ciência,  que pode ser explorado no núcleo gerador UC2 – Ambiente e sustentabilidade ao nível do tema,  A Água – UC2-4  ( Mobiliza conhecimentos sobre a evolução do clima ao longo do tempo e a sua influência nas dinâmicas populacionais, sociais e regionais ).

Posted by, Rosário Santos

Dia Nacional da Conservação da Natureza

Celebra-se hoje o Dia Nacional da Conservação da Natureza instituído em 1998 por altura das comemorações do 50 º aniversário da Liga para a Protecção da Natureza, em reconhecimento da importância do trabalho realizado pela associação na área da protecção do património natural nacional..

É necessário e urgente que, no dia-a-dia, as nossas escolhas e comportamentos permitam que sejam mantidos e preservados os processos naturais. Façamos de cada dia, um Dia da Conservação da Natureza e do Ambiente, de modo a podermos habitar, condignamente e em harmonia, este berço da vida a que chamamos “Planeta Terra”.

 A importância da Conservação da Natureza na salvaguarda do planeta está claramente evidenciada na Convenção Internacional sobre Diversidade Biológica, talvez o resultado prático mais emblemático da Conferência das Nações Unidas sobre Ambiente e Desenvolvimento realizada em 1992 no Rio de Janeiro, melhor conhecida sob a designação de “Cimeira da Terra”.

Conheça aqui a referida convenção:

 

“Nós não herdámos a terra dos nossos antepassados, pedimos emprestada aos nossos filhos.”

 Provérbio Índio

 Posted by Rosário Santos

Dia Mundial da Terra

O Dia Mundial da Terra, comemorado hoje, está a ser assinalado um pouco por todo o mundo. O Dia da Terra foi criado em 1970 quando o Senador norte-americano Gaylord Nelson convocou o primeiro protesto nacional contra a poluição. É festejado em 22 de Abril e a partir de 1990, outros países passaram a celebrar a data.

A Terra, nosso lar, é viva como uma comunidade de vida incomparável. As forças da natureza fazem da existência uma aventura exigente e incerta, mas a Terra providenciou as condições essenciais para a evolução da vida. A capacidade de recuperação da comunidade de vida e o bem-estar da humanidade dependem da preservação de uma biosfera saudável com todos seus sistemas ecológicos, uma rica variedade de plantas e animais, solos férteis, águas puras e ar limpo. O meio ambiente global com seus recursos finitos é uma preocupação comum de todos os povos. A protecção da vitalidade, diversidade e beleza da Terra é um dever sagrado.”

Os dados mais recentes apontam para a temperatura em todo o mundo estar a aumentar graças ao dióxido de carbono que os homens enviam todos os dias para a atmosfera. O alerta chega da comunidade científica que é bem clara ao afirmar que este aumento de temperatura irá provocar até ao ano de 2050 a extinção de milhares de espécies animais.

Mas há mais avisos e todos eles preocupantes. As águas dos oceanos vão subir e provocar grandes inundações em diversos pontos do planeta e daí que muitas das cidades que se encontram em zonas costeiras sejam alvo de risco sério de destruição.

Outro dos alertas que surge neste Dia Mundial da Terra tem a ver com as doenças tropicais que devem aumentar em larga escala e dar origem a um surto de epidemias, mesmo em regiões onde este tipo de doenças já foi erradicado.

Convém também ressaltar, que muitos dos problemas com que nos confrontamos resultam da falta de espírito colectivo que, pressupostamente, deveria ser uma consequência directa do desenvolvimento.

A sociedade globalizada que reclamamos, estimula e instiga a um liberalismo desenfreado e um egoísmo sem limites.  O Dia Mundial da Terra luta por uma economia livre de carbono e por um consumo responsável. O consumo responsável consiste em ter em conta as repercussões sociais, económicas e ambientais no momento de fazer diferentes opções de consumo. A ideia base que deve presidir a um consumo responsável é ter em conta o seu impacto, consumindo com consciência da proveniência, qualidade e condições da produção.

Para um novo sentido de interdependência global e responsabilidade compartilhada, devemos todos pensar no bem-estar de toda a família humana, da grande comunidade da vida e das futuras gerações. A ideia é «consumir sem destruir», de forma ambientalmente sustentável a longo prazo.

Fonte: RTP

Um possível recurso para Ambiente e Sustentabilidade –  UC2!

Posted by Rosário santos